ONG Cão Viver
Nossos Parceiros

Petiscos, Guloseimas e Perigos

alimentos2

     Dá pra resistir aos olhares pidões, às carinhas inocentes e o abanar das caudinhas a nossa frente esperando por um pedacinho de “veneno” ou uma gotinha doce do líquido à mesa, porém perigosos? Dá sim. É só termos consciência de que nem tudo é saudável e seguro para os nossos queridos animais e que, em um momento de fraqueza, podemos até levar ao óbito aqueles que escolhemos para dividir o espaço conosco!

Uma relação pra lá de perigosa

     Alguns animais se sentem atraídos pelo cheiro adocicado de algumas bebidas alcoólicas, mas certamente, passariam longe se soubessem que as bebidas alcoólicas podem provocar descoordenação, excitação, depressão, urina excessiva, respiração lenta, ataque cardíaco e até a morte;

     Muitas pessoas não sabem que o café pode provocar danos ao sistema nervoso e ao sistema urinário de seus animais, além de ser um estimulante cardíaco e, por isso, até oferecem um cafezinho para seu quatro patas, o que deve ser interrompido rapidamente;

     O Chocolate, doce delícia, por conter especificamente a manteiga de cacau, poderá provocar aceleração do ritmo cardíaco, levar seu bichinho à convulsão e/ou a morte. Portanto, também está fora de cogitação;

     As comidas gordurosas são ideais para causar um desarranjo gastrointestinal, culminando numa pancreatite, o que certamente trará muitos problemas para o animal;

     Sinceramente não espero que uma pessoa normal ofereça comidas estragadas ou mofadas aos animais ou que as mantenham ao alcance dos mesmos, a não ser que queiram provocar vômitos, diarréia, tremores musculares, descoordenação, febre, salivação excessiva e danos sérios ao fígado deles;

     O abacate, uma fruta tão boa para os humanos, contém uma substância tóxica chamada persina, que faz muito mal para os animais, bem como suas folhas e sementes. Foi cientificamente comprovado que a persina mata. Para cães e gatos as folhas e o caroço dos abacates são os mais perigosos;

    Cascas de batatas e tomates contêm uma substância chamada solanina e alguns alcalóides que devem ficar a distância de seus animais, pois ingeridos em quantidades provocam salivação excessiva, desarranjo gastrointestinal, perda de apetite e depressão do sistema nervoso central;

     As cebolas contêm tiosulfato que provoca anemia nos animais mais sensíveis;

     A noz macadâmia possui uma toxina que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cachorros.  Já foram registrados até casos de paralisia;

     As uvas e uvas passas causam insuficiência renal aguda, isto porque contém uma toxina altamente perigosa para os animais.

    Alguns profissionais da área divergem sobre este ou aquele ponto, mas como prevenir é sempre melhor que remediar, o correto será evitar, já que os animais não têm a mínima necessidade de comer os alimentos humanos.

     Por: Fátima Borges – Professora de Português e Teatro Infantil, Colunista, Artista Plástica e Poetisa
Fontes: http://caideboca.wordpress.com/2008/03/24/chocolate-veneno-para-caes/
Drª. Flávia Saad, médica veterinária, com doutorado em Nutrição de Animais para companhia

frutas

Share
Visitas
Online: 1
Hoje: 38
Esta semana: 804
Total: 585191

Não compre animais, adote!

Rua 1º de Maio, 165 - Bairro Vila Boa Vista - CEP: 32.186-429 - Contagem / MG
Visitas e adoções: 3ª a 6ª, das 14h às 16h (consulte documentos necessários); sábado, das 13h às 16h / Consulta - R$85,00: 2ª a sábado, das 8h às 16h (por ordem de chegada).

2D Comunicação Impressa e Digital